Wednesday, 23 July 2008

ANTES DE EMBARCAR NO VENTO...

A idéia é que, nestes nossos ATREVINVENTOS, cada um vá postando seus textos, pensamentos, poesias, idéias - tudo aquilo que todos estejamos escrevendo durante este semestre e que:

1. queiramos compartilhar com todos;
2. queiramos ouvir a opinião dos outros a respeito do que escrevemos;
3. queiramos transformar em item de avaliação do nosso curso;
4. queiramos estabelecer um diálogo com os demais.

Para isso, e porque este movimento faz parte do nosso espaço conjunto de aprendizado, é fundamental que:

1. ...os textos sejam revisados e assinados.
2. ...seja considerada a grafia usual, e não aquela que usamos em e-mails, msn e afins; o blog é uma publicação, como a impressa, e deve seguir algumas regras
3. ... se respeite e cuide da escrita de todos; comentários, sugestões, idéias, críticas cabem nos comentários - tudo é (muito!) bem-vindo, mas é bom não esquecer que há pessoas de carne, osso e alma por trás do que lemos.


Quem estiver com problemas de uso, porque nunca fez, participou ou teve o hábito de ler um blog, entre em contato individual! Ficarei feliz em ajudar! Este projeto é pioneiro, e será maravilhoso se os frutos forem polpudos e maduros!

6 comments:

Samuel said...

Vamos fazer essa idéia da Ana vingar pessoal!Eu sei que é estranho pensar em ficar postando comentários em um blog escolar,mais é muito mais construtivo do que ficar mandando recadinhos inúteis no orkut!

Espero que de certo essa idéia!

Leíner said...

Que conste aqui: Eu estou indo fazer tarefa!

:B

Lucas Marley said...

eu ñ sei coloca meu trabalho oq eu faço pra coloca

Lucas Marley said...

O melhor do Carnaval de Veneza, é que ele não vive de uma organização forte ou do programa oficial das festas que, este ano, tinha por mote os 999 anos de Carnaval na cidade. A festa é feita pelas pessoas e para as pessoas. É o apogeu da iniciativa e da liberdade individuais, de cada um se mascarar em função da sua fantasia ou desejo de encarnar uma personagem ou uma identidade completamente diferente daquela que tem de assumir ao longo do resto do ano.

Neste sentido, o Carnaval de Veneza oferece a todos a possibilidade de se realizarem, nem que seja só por uns dias, sublimando todos os recalcamentos e fortalecendo o seu próprio ego, pela interacção com os outros mascarados e com todos aqueles que procuram fotografar ou fotografar-se ao lado das máscaras mais bonitas.

Carnaval em Veneza Naturalmente, que uma bela e sofisticada máscara é dispendiosa e representa um investimento que não está ao alcançe da maioria dos foliões, mas existe sempre a modalidade do alúguer de um fato completo ou da compra de uma máscara para o rosto ou de um chapéu mais original para participar na festa. Por toda a cidade, multiplicam-se as lojas e os artesãos de máscaras para todas as bolsas, das mais simples, fabricadas em "cartapesta" (mistura de gesso e pasta de papel), às mais trabalhadas, com banhos de metal e decoradas com prata e ouro.

O grande trunfo do mascarado está no seu completo anonimato. Em muitos casos, até é difícil dizer se é homem ou mulher. Quem sabe se, por detrás de uma máscara que cruzamos na rua não está uma personalidade pública famosa, um conhecido actor de cinema ou um cantor de sucesso que, a cobro de um disfarçe bem conseguido, se diverte livremente num mar de gente, longe da perseguição dos "paparazzi".

Carnaval em Veneza Dois cafés de renome da Praça de San Marco - o Florian e o Quadri - são pontos de passagem obrigatória, para observar as mais ricas máscaras dos afortunados que podem viver o Carnaval com fausto e luxo, não hesitando em gastar centenas de contos para recriar as vestes de um nobre ou de uma dama do Séc.XVIII.

Uma das máscaras mais procuradas, é a tradicional "bauta" (máscara branca em forma de bico), completada por um chapéu de três pontas, um "tabarro" (casaco largo) e uma capa preta de seda cobrindo os ombros e o pescoço, que recria o nobre veneziano nas suas deslocações incógnitas aos casinos, reuniões secretas e moradas de amores ílicitos.

Lucas Marley said...

viu vem o texto do site mais ñ vem o meu e as minhas imagens

ATREVINVENTOS said...

Lucas: eu não entendi... Você enviou o texto que você pesquisou, isso eu entendi. Mas você tinha ainda um texto seu e as fotos, é isso? E não conseguiu postar?
Amanhã vamos até à biblioteca com quem não está se entendendo ainda com o blog e resolvemos o problema, don´t worry (be happy!)